5 PROPRIEDADES DOS  RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS

0
130

Dentre as suas várias contribuições para o conhecimento, Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.) enveredou também pela psicologia: sua obra De Anima (Sobre a Alma) é considerada o primeiro esforço em larga escala para estudar a mente.

Ao observar nossa espécie, Aristóteles descreveu o que considerava as três características primordiais dos seres humanos: (1) desejamos encontrar um propósito para nossa existência, (2) somos capazes de auto-avaliar nosso progresso ao longo da vida, e (3) somos criaturas profundamente sociais.

Segundo o filósofo da Trácia, para satisfazer o último critério devemos criar relacionamentos íntimos saudáveis. Só podemos florescer quando temos pessoas queridas em nossa vida com quem nos importamos. Não é suficiente apenas conhecer o rosto de seus vizinhos e o nome de alguns colegas de trabalho: é preciso empenhar-se para construir conexões com outras pessoas. São esses laços viscerais industriosos – e não a contemplação passiva do cenário – que colam os pedaços do mundo em um todo de aprendizados legítimos.

Todavia, construir bons relacionamentos interpessoais exige esforço. Em conjunto, os predicados de um laço enriquecedor incluem:

  1. Significado. Uma convivência enriquecedora possui um senso de significado que vai além dos seus impulsos sexuais mais instintivos.
  1. Reciprocidade. O crescimento é recíproco. Ambos ensinam um ao outro, e ambos aprendem.
  1. Compartilhamento. Os objetivos são compartilhados, sem compulsões ou servidão. Existe uma grande diferença entre dependência e interdependência: pessoas dependentes (servis e inseguras) dizem “não sou capaz de viver sem você”. Pessoas interdependentes (resolutas e confiáveis) dizem “você enriquece minha vida”. Obviamente, o recomendável é que você evite a primeira opção e coloque seu foco na segunda.
  1. Visibilidade. Em um vínculo saudável, as naturezas de ambos estão bem expostas e as máscaras são reduzidas ao mínimo necessário.
  1. Respeito. Porque o poder vem do conhecimento, mas o respeito vem do caráter – e isso é inegociável.

Quantas amizades suas são capazes de passar no teste destes 5 itens? E seu relacionamento romântico – será que ele passa?

 

Deixe uma resposta